4 de abril de 2017

365 Março

Março foi um conjunto de horas que me fez perceber que preciso de ganhar juízo - mas ainda não ganhei.
Revisitei Madrid e gostei mais, também porque comi melhor!
Produzi a maior parte da minha coleção Jinger's desta nova estação e fiz as primeiras fotografias. Estou muito contente com as novidades!
Fui a um casamento e vi uma cabra no muro em frente à loja do cidadão da Trofa - invejem a minha vida super interessante!











27 de março de 2017

Vintage Velvet

Gosto de ter uma desculpa para fazer roupa nova especial, ou algo que não costumo usar. Neste caso foi o casamento de uma amiga. Já tinha o tecido guardado há algum tempo e já meio destinado para esta ocasião. Foi uma questão de passar pelo Pinterest e perceber que me estava a apetecer alguma coisa saída dos anos 30. Na verdade optei por algo bastante simples até (e ridiculamente confortável), mas inspirando-me nas divas. 


Jean Harlow


Joan Bennett


Constance Bennett





Como no sábado esteve um frio terrível, fiz um mini casulo e pus uma gola de pelo. Os sapatos já os tinha, um modelo clássico da época. 





Também fiz uma clutch dum tecido aveludado




7 de março de 2017

Madrid, o retorno

Voltei por dois dias a Madrid. Aterrei em Barajas sexta de manhã cedinho, corri ''metade'' do centro de Madrid durante o dia e a outra ''metade'' no sábado e voltei a casa ainda não eram 9 da noite. É tão fácil andar dum lado pro outro! 
A última vez que estive lá foi há um ano por isso rapidamente me lembrei de alguns sítios, de como chegar lá e onde tinha comido bem. Isso facilitou imenso a fluidez da viagem e permitiu-me rever alguns sítios que tinha gostado muito e ver outros que esperava. 
A minha atenção fotográfica foi ligeiramente diferente, mais livre, sem me exigir nada, só fotografando o que me apeteceu (como se fosse um dia normal no Porto por exemplo) e aqui está.

Por ordem: Passeio do Prado, Parque do Retiro, Palácio de Cristal, Palácio de Cibeles, Gran Via, Praça de Espanha, Templo de Debod, Catedral de Almudena, Latina, Praça Maior e Teatro Calderon.


















Fiquei no Casual Madrid del Teatro (do grupo Casual Hotels) e adorei tanto! Foi a primeira vez que organizei sozinha uma viagem toda e calhou de escolher este hotel, tendo reparado que era um hotel temático. Sou uma vendida por coisas destas. Além do espaço ser limpo e cheiroso a decoração era um doce! Pé direito alto ''à antiga'', um papel de parede super amoroso colocado em todo o lado, cortinas e radiadores a combinar e uma parede inteira com uma pintura, assim só para abanar o meu coração de historiadora de arte. Foi uma boa surpresa este quarto e visto que o hotel tem quatro andares e cada um tem um tema, só me apeteceu cuscar os quartos todos. 
Ninguém me patrocinou nada, é importante lembrar, a minha opinião aqui dada é livre (mas não me importava que me mandassem de reportagem pra lá outra vez!).